contato@officinadamente.com.br    (21) 2278-2835   (21) 98869-9542

É isto que queria dizer…

Todos os povos amam a Paz. Os que passaram por uma guerra sabem que não existe valor mais precioso. Sabem que a Paz é um outro nome da própria Vida. Vivemos desde há meses sob a permanente ameaça do regresso à guerra. Os que assim ameaçam devem saber que aquele que está a ser...
Leia mais...

Dia das Mães: dia nosso de cada dia!

Somos mães, somos filhas, somos o feminino em ação. Somos coração, razão, emoção. Tudo junto e misturado. Somos mães de nossos filhos, de nossas filhas. Mas também, algumas vezes, somos suas filhas. Viver com humildade esses lugares, de mãe e de filha, é o caminho para harmonizar...
Leia mais...

Páscoa e meu aniversário: um dia duplamente especial!

Renasço na alma, no coração e no espírito. Renasço no físico, na terra. O que nos contacta com o divino desce enquanto energia sutil e nos enraíza, nos dando forma e nos tornando “indivíduo”. Com o que nos pertence, com aquilo que é, essencialmente, nosso, chegamos...
Leia mais...

Foi mágico voltar para mim…

Parei de insistir onde não havia o que procurar… Parei de pedir com as mãos fechadas… Parei de esperar em cadeiras ocupadas… Parei de colocar minhas expectativas em pessoas indisponíveis para mim… Parei de fingir que o outro me entendia… Parei de...
Leia mais...

Entre o riso e o siso, escolho o riso

Aos dezessete, tive professor de Português que me dizia, repetidas vezes: “Minha filha, muito riso é sinal de pouco siso. Você ri demais”. Mentalmente, eu respondia: “Se para ter siso não posso ter riso, escolho o riso”. Era o professor uma dessas pessoas de semblante taciturno...
Leia mais...

Água doce, doce água

De mar é feita a terra, De água é feita a gente. Abaixo o desperdício! Poupar água: coisa urgente! Clara, doce ou gelada, Verde, azul ou transparente, Sem a água não há nada. Nem floresta, nem semente. Água doce mata a sede, Água doce é a que lava. Cachoeira, rio ou fonte… Só não...
Leia mais...

Outono chegando…

O “sol a pino”, na sua potência máxima, cumpriu o seu papel. Nos trouxe a luz tão necessária à manutenção do corpo vivo. O verão, que, com seus dias mais iluminados, nos traz alegria, vigor, espontaneidade e liberdade, por outro lado nos agita, nos incita o desejo da...
Leia mais...

A mulher ao centro da vida

Chegou ao meio da vida e sentou-se para tomar um pouco de ar. Não sabia explicar. Não era cansaço, nem estava perdida. Notou-se inteira pela primeira vez em todos esses anos. Parou ali, entre os dois lados da estrada e ficou observando as margens da sua história, a estrada da...
Leia mais...

Canção das mulheres

Que o outro saiba quando estou com medo, e me tome nos braços sem fazer perguntas demais. Que o outro note quando preciso de silêncio e não vá embora batendo a porta, mas entenda que não o amarei menos porque estou quieta. Que o outro aceite que me preocupo com ele e não se...
Leia mais...

Carnaval

Carnaval? Carnaval! CAR NA VAL… Não vai ter Carnaval. Vai ter Carnaval. Não, não! Sem Carnaval. Está tendo Carnaval. A folia está acontecendo. E que folia! Tudo embaralhado, equivocado, trocado e despencado. A festa, a alegria e a fantasia transformadas em dúvidas,...
Leia mais...