contato@officinadamente.com.br    (21) 2278-2835   (21) 98869-9542

Sobre renascer para a liberdade

Voz ao verbo 160 – Ancestrais Quantas gerações dormem dentro de um sonho? Seus bisavós, avós, seus pais? Às vezes são tantas, que nem você desperta mais Mas um sonho não é um bastão de frustrações hereditárias Por mais que hajam opiniões contrárias Basta que uma pessoa seja...
Leia mais...

Contradança

Bem antes de te conhecer, eu já possuía expectativas e imagens essenciais; sem fundamento em crenças, ideologias, eu já sabia que o especial, na vida, se o houvesse (e haveria!), viria dali; encontro ou reencontro, em uma curva deste tempo, em algum ponto onde o impulso pueril...
Leia mais...

O gato e o escuro

O escuro ainda chorava: – Sou feio. Não há quem goste de mim. – Mentira, você é lindo. Tanto como os outros. – Então por que não figuro nem no arco-íris? – Você figura no meu arco-íris. – Os meninos têm medo de mim. Todos têm medo do escuro. –...
Leia mais...

Há tanto jeito de abraçar!

O abraço que eu não posso O abraço que eu não posso te dar. Vai, enfim, na forma de oração; De pensamento Uma porção. Assim, difícil de explicar. Vai valente, pulsante, Vai na corrente de ar. Vai agora, neste instante, Não dá pra segurar. Há tanto jeito de abraçar: O canto, O...
Leia mais...

A minha Lua

A lua me inspira, me acalma e torna a minha respiração mais fluida. Na sua presença o ar é mais puro, tudo parece acontecer com naturalidade num ritmo compassado. A mente se aquieta, silencia e aguarda. O coração toma o lugar da visão e nada mais é visto como ameaçador. A tensã...
Leia mais...